Categoria: Contábil

Domicílio Eletrônico do Contribuinte (DeC)

 

DEC

O Dec tem por objetivo proporcionar, especificamente, benefícios tais como uma comunicação mais direta e simples sem a perda da garantia da segurança, dado que a solução adota a tecnologia da Certificação Digital implantada pelo modelo de Infraestrutura de Chaves Pública Brasileira (ICP-Brasil).

Por meio deste canal de comunicação eletrônico, todos os estabelecimentos inscritos no Cadastro de Contribuintes do Estado do Rio de Janeiro (Contribuintes), com exceção do MEI – Microempreendedor Individual, poderão receber, via Caixa Postal Virtual – CPV, comunicações, notificações, intimações e autos de infração da Secretaria de Estado de Fazenda e Planejamento do Rio de Janeiro, referentes às suas situações fiscais garantindo-se o sigilo fiscal.

(mais…)

[Total: 1    Média: 5/5]

Simples Nacional: A partir de 2017 pagará até 22,5% sobre o Ganho de Capital

Por Josefina do Nascimento

Empresa optante pelo Simples Nacional deve ficar atenta às alíquotas de Imposto de Renda aplicáveis sobre ganho de capital.

Desde 1º de janeiro de 2017 a alíquota do Imposto de Renda sobre o ganho de capital está vinculada ao valor. Até 2016 a alíquota era fixa, 15%.

O aumento da alíquota ocorreu com a publicação da Lei nº 13.259/2016, que alterou ao artigo 21 da Lei nº 8.981/1995.

(mais…)

[Total: 1    Média: 5/5]

Prazos para a guarda de documentos de competência Federal, Estadual e Municipal

INTRODUÇÃO

documentos guardar

 

  1. INTRODUÇÃO

O prazo de guarda e manutenção de livros e documentos fiscais, seja de competência federal, estadual ou municipal, regra geral, terá ligação direta com a prescrição ou decadência do direito da administração pública constituir o crédito tributário.

A prescrição e a decadência são modalidades de extinção do crédito tributário, da mesma forma que o pagamento, a compensação, a transação, a remissão (perdão da dívida), a conversão de depósito em renda, o pagamento antecipado e a homologação do lançamento, a consignação em pagamento, a decisão administrativa irreformável, a decisão judicial transitada em julgado, a novação e a confusão.

(mais…)

[Total: 2    Média: 5/5]

Decreto dispensa a autenticação de livros contábeis para quem está no Sped

livro fiscais

O Decreto no 8.683, de 25 de fevereiro de 2016, vem corroborar uma das premissas básicas do Sistema Público de Escrituração Digital (Sped), que é a simplificação das obrigações acessórias.
O Decreto altera a redação do art. 78-A do Decreto no 1.800, de 30 de janeiro de 1996, e estabelece que a autenticação dos livros contábeis das empresas poderá ser feita por meio do Sped, mediante a apresentação, ou seja, com a transmissão da Escrituração Contábil Digital (ECD).

(mais…)

[Total: 2    Média: 5/5]

Guia Básico para Análise Contábil

SUMÁRIO

1 DEFINIÇÃO DE ANÁLISE DE CONTAS
2 CONTA CAIXA
3 CONTA BANCOS
4 CONTA ESTOQUE
5 CONTA TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO
6 CONTA CARTÃO DE CRÉDITO A RECEBER(CIELO)
7 CONTA CARTÃO DE CRÉDITO A RECEBER(REDECARD)
8 CONTA CARTÃO DE CRÉDITO A RECEBER (AMERICAN EXPRESS)
9 CONTA ATIVO IMOBILIZADO
10 CONTA DUPLICATAS A PAGAR
11 CONTA EMPRÉSTIMOS A PAGAR
12 CONTA IRRF A RECOLHER
13 CONTA INSS A RECEOLHER
14 CONTA FGTS A RECOLHER

1 Definição de Análise de Contas

Análise das Contas é a verificação mais profunda e específica de um determinado valor ou pendência e se, o mesmo, deve permanecer em aberto ou deve ser transferido, complementado, estornado, etc. É ter controle sobre os valores registrados na contabilidade.

Segue abaixo procedimentos para análise no Alterdata:

2 Conta Caixa

  • Verificar no Contábil > Consulta > Saldo se tem algum mês com saldo invertido

Verificações:

  • Se toda a receita foi importada.
  • Se não tem despesas, duplicatas lançadas em duplicidade.

3 Conta Bancos

  • Verificar no Contábil > Consulta > Saldo, se o mês de dezembro está com saldo invertido, no final do ano lançar o saldo negativo para a conta de empréstimo do banco respectivo

Verificações:

  • Conciliar o Extrato Bancário com os lançamentos efetuados no contábil.

4 Conta Estoque

  • Verificar no Contábil > Consulta > Saldo se o estoque anterior foi revertido e também se o do ano atual foi lançado.

Verificações:

  • Consultar no Resumo Fiscal se o valor lançado corresponde ao estoque final.

5 Conta Título de Capitalização

  • Solicitar o Informe de Rendimentos para contabilização dos rendimentos e das retenções quando houver.

›Verificações:

  • Verificar se o saldo final do extrato corresponde ao saldo final da aplicação.

6 Conta Cartão de Crédito a Receber (Cielo)

  • Cartão Visanet

    • Verificar no extrato de dezembro da Cielo se o total de lançamentos futuros (+)
    • total de lançamentos em aberto (saldo líquido) corresponde ao saldo do contábil.
  • Cartão Visa Eletron

    • Verificar no extrato de dezembro da Cielo se nos lançamentos futuros (saldo líquido) tem algum saldo para janeiro.

7 Conta Cartão de Crédito a Receber (Redecard)

  • Cartão Credicard/Mastercard

    • Em dezembro, verificar no extrato da Redecard o somatório dos lançamentos futuros (+)
    • verificar nas vendas de crédito a data de recebimento de fevereiro, março… (porque nos lançamentos futuros só tem janeiro) (+)
    • Verificar nos meses anteriores se tem parcelas recebíveis em fevereiro, março… (saldo líquido)
  • Cartão Redeshop

    • Conferir no extrato Redecard se ficou algum valor para receber em janeiro, normalmente dia 31.

8 Conta Cartão de Crédito a Receber (American Express)

  • Cartão American Express

    • Verificar no extrato de pagamentos realizados a data de recepção de Dezembro (+)
    • Verificar nos outros meses janeiro/fevereiro/março 2014 se tem alguma data de recepção de Dezembro

9 Conta Ativo Imobilizado

  •  Verificar no Fiscal se existe CFOP lançado como Ativo, se houver anotá-lo para cadastrar no WAtivo com:
    • Respectiva descrição
    • Número da nota
    • Nome do fornecedor
    • Taxa de depreciação
  • Verificar se a depreciação/amortização foi gerada no WAtivo e lançada no contábil.

10 Conta Duplicatas a Pagar

  • Verificar se o saldo dos créditos correspondem ao valor lançado no contábil.
    • Fiscal > Consulta > Movimento > Notas fiscais/Produtos > Selecionar notas a prazo.
  • Verificar se o saldo dos débitos correspondem ao valor lançado no contábil.
  • Se necessário, apurar a diferença e pesquisar se deixou de ser importado ou se não foi pago.
  • Tirar Relatório de Duplicatas em aberto para verificar qual duplicata não foi paga.

11 Conta Empréstimos a Pagar

  • Verificar se o valor principal e o valor dos juros foram lançados corretamente.
  • Verificar se o pagamento dos dois valores estão sendo lançados mensalmente.
  • Caso haja divergência nos valores verificar no contrato de empréstimo se os valores são aqueles ou acertar os lançamentos que faltam.

12 Conta IRRF a Recolher

  • Verificar no resumo da folha se o valor foi retido mesmo e conferir a guia paga no movimento.
  • Caso a guia não tenha vindo, solicitar a Guia ao cliente.

13 Conta INSS a Recolher

  • Consultar em DP > Folha > Outros Relatórios > Resumo Geral se o valor da guia do mês é aquele mesmo lançado.
  • Para conferir os pagamentos, se não tiver a guia paga, solicitar ao cliente.

14 Conta FGTS a Recolher

  • Consultar em DP > Folha > Outros Relatórios > Resumo Geral se o valor da guia do mês é aquele mesmo lançado.
  • Verificar os pagamentos com as guias pagas em mãos.
  • Caso haja divergência no valor da provisão,verificar na GFIP.
[Total: 0    Média: 0/5]